Dica do profissional

Bate papo com Janaina Naves

O bate papo de hoje é com a design de ambientes Janaina Naves, ela também tem bacharelado em administração de empresas. Janaina Naves já trabalha com design há mais de cinco anos, e a um ano e meio fundou a empresa Aleggra Design & Arquitetura e trabalha desde então criando projetos residenciais, corporativos e comerciais. Confira agora algumas dicas que ela deu para o blog, o bate papo está bem legal.

UCCP – Você é graduada em Design de Ambientes e também em Administração de Empresas, de que forma sua segunda formação ajuda no seu trabalho como decoradora?
Janaina Naves – Sou movida pela paixão, foi este o motivo de ter estudado e ser uma Bacharel em Design de Ambientes. A minha primeira opção foi o curso de Administração de Empresas em 1994, meu pai tinha uma empresa e queria desta forma ajuda-lo. Mas dentro do curso de Administração me apaixonei pela área de Marketing, vendas e os caminhos me trouxeram ao Design de interiores. A junção dos dois cursos me capacitou a elaborar projetos residenciais organizados (dentro da visão da administração), projetos comerciais e corporativos com uma visão profissional do Marketing. Dentre várias vantagens da junção dos dois cursos uma delas é poder administrar meu negócio com profissionalismo e os conhecimentos em vendas para negociar meus projetos.
UCCP –  Como e porque escolheu trabalhar nessa área?
Janaina N. – O Design é uma área de pura criação. Trabalhar como designer de interiores me faz uma profissional capaz de mudar e melhorar a vida do outro. Trabalho com os sonhos dos meus clientes e ver este sonho se tornar realidade é muito gratificante.
UCCP –  Quanto tempo tem a empresa Aleggra o que mudou depois que criou a empresa?
Janaina N. – Montei uma equipe e o escritório Aleggra Design & Arquitetura a um ano e meio. Mudei a estratégia de trabalho com esta equipe de designers e arquitetas assim os projetos ficaram mais elaborados e cada profissional acrescenta de uma forma diferente e rica para a conclusão de um projeto, onde surpreendo o cliente ao mesmo tempo que satisfaço as suas demandas.

slide12
UCCP – Atualmente muitas pessoas se aventuram na decoração querendo deixar o espaço diferente e personalizado. Vale tudo ou a pessoas tem que observar alguns detalhes? Tem alguma dica?
Janaina N. – Na minha opinião para quem quer trabalhar neste ramo da decoração e design, o mais importante é se profissionalizar, gostar e ter boas ideias não é tudo. É muita responsabilidade trabalhar com os sonhos, o capital e principalmente com a saúde do cliente. O Design envolve o lado estético, mas a funcionalidade, os fatores ergonômicos, a circulação, os aspectos técnicos e tecnológicos, conceituais e mesmo psicológicos são essenciais para um bom projeto. Para quem não quer trabalhar com design e decoração, o melhor mesmo é contratar um bom profissional que atenda às suas demandas com competência e assim possa ficar satisfeito e feliz com seu projeto.
UCCP – O espelho é um truque para deixar o ambiente maior. Existe outro truque?
Janaina N. – Em decoração existem vários truques para causar sensações de amplitude, o espelho é bem conhecido para esta função. Outros menos conhecidos como o piso uniforme e o rebaixo do teto unindo dois ambientes ou mais, causa a sensação de estender e ampliar. Cores claras nas paredes são um artificio bem prático e barato. As listras prolongam e colocar um papel de parede listrado em ambientes com o pé direito baixo é um ótimo truque. O mesmo vale para o tapete listrado – ele vai ampliar o piso. Quanto ao mobiliário se você quer que o ambiente pareça maior, evite móveis “pesados” e até o teto, melhor é colocar poucos móveis no ambiente. O vidro também traz a transparência e integra o ambiente de dentro com a paisagem externa. Então é só escolher o truque que melhor lhe agrade ou use todos para ampliar o seu ambiente.
UCCP – Quais as tendências para o próximo ano?
Janaina N. – É bom você ter falado sobre tendência. Muitas vezes o vilão é a tendência e o modismo. Vários clientes durante a entrevista de briefing que faço com eles, me relatam não gostar de tendências e modismos no design e decoração e querem ambientes atemporais. Tendência é levada muito a sério no mercado, principalmente por grandes empresas. Existem profissionais “caçadores de tendências”. De uma forma sucinta funciona assim: Eles pesquisam vários setores como política, indústria, moda, arquitetura e design procurando quais são as nossas necessidades. Estas necessidades se transformam em produtos e serviços, que chegam até nós consumidores que recebemos de bom grado, por se tratar de algo que desejávamos e assim acaba virando tendência.
Gosto muito de especificar em meus projetos uma base neutra, mais atemporal, como mobiliários que têm o custo mais alto e brincar com itens que podem facilmente ser modificados depois pelo cliente como almofadas, adornos, papel de parede algum revestimento versátil, que é tendência e está na moda. Desta forma o ambiente fica atemporal e com ares contemporâneos. Para o próximo ano pelo que tenho visto em mostras, palestras e minhas pesquisas, continuam com força total o industrial, a junção do clássico com o contemporâneo, cores em tom terrosos, o cinza, a geometria, papel de parede e revestimentos em 3D.
Mas tem algo que nunca deixa de ser tendência no Design, na minha visão, são aquelas peças, fotos, mobília e adornos carregados de lembranças do dono da casa. Tudo que faça o cliente sentir que aquele é seu lar que foi projetado unicamente para ele e não é um showroom de loja.

slide15
UCCP – Onde você busca suas referências?
Janaina N. – Busco minhas referências em palestras de fornecedores e outros designers que tenho mais afinidade, em mostras de decoração e principalmente em viagens. O mundo está conectado em todas as áreas, é só abrir o computador e rapidamente temos todas as informações que precisamos. Mas acredito no olhar de cada um, o que vejo e percebo é diferente do olhar daquelas pessoas que me passam a informação pela internet. As fotos não conseguem retratar na íntegra a emoção de ver ao vivo e colher minhas próprias referências.
UCCP – Qual o valor que uma pessoa investe, mais ou menos, para redecorar uma cozinha (usando eletrodomésticos de última geração)?
Janaina N. – Este valor pode variar muito de acordo com a demanda de cada cliente. Ou seja quais tipos de eletros, marca e modelo. Quais os revestimentos usados para a reforma se é porcelanato, granito, algum revestimento especial. É por isso que o briefing é muito importante para adequar o projeto a realidade do cliente.
UCCP – Como você se mantém atualizada?
Janaina N. – Procuro fazer cursos de atualização nas áreas de mobiliário, luminotecnico, ler revistas, blogs, matérias jornalísticas, ir a exposições de arte, palestras de fornecedores, ir a lançamentos de novos produtos, participar de feiras e mostras relacionados ao design e decoração.
UCCP – Tem algum espaço decorado por você que pode mostrar e falar um pouco sobre ele?
Janaina N. – Claro. O projeto deste apartamento foi finalizado no mês de novembro de 2015. Este imóvel pertence a um casal com três filhos, uma filha de 21 anos, outra de 19 e um filho de 13 anos. Eles compraram este apartamento e queriam que ele ficasse funcional e bonito. Através do brienfing dentre outros fatos relevantes descobri que são pessoas muito alegres que gostam de receber, fazer festas, cozinhar e manter a família sempre unida. Partindo deste princípio de ser alegres elegi com muita sofisticação cores para os ambientes. A cobertura ganhou uma área gourmet e um espaço de convivência onde uma bela banheira de oito lugares acomoda os moradores deste apartamento. Espaço mais que perfeito para reunir a família e amigos.

remoteImage
Quarto do casal
Quarto do Filho
Quarto do Filho
Quarto da filha de 20 anos
Quarto da filha de 20 anos
remoteImage (4)
Sala de estar e home theater
remoteImage (5)
Sala de estar e home theater
remoteImage (6)
Sala de jantar e cozinha
remoteImage (7)
Cozinha e sala de jantar
remoteImage (8)
Área gourmet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *