Mais Bla Bla Bla

Eu vivo aprendendo com filmes infantis

Eu vivo confessando coisas sobre mim aqui para vocês, geralmente sobre assuntos relacionados a decoração, mas agora comecei a falar sobre outros assuntos também na seção “Mais Bla Bla Bla” e dessa vez vim falar sobre uma coisa que sempre observo nos filmes de animação infantil. Como sou a mais velha de 4 filhos sempre assisti filmes de animações infantis e confesso que mesmo agora que não tem nenhuma criança em casa continuo assistindo. Eu amo filmes e aprendi a amar animações infantis.

É claro que faço uma seleção nos filmes e não vejo todos, mas assisto muitos e gosto da maioria, mas o que eu quero falar mesmo é sobre a lição de “moral” que esses filmes ensinam. Posso até viajar um pouquinho, tenho disso, mas eu sempre acho que esses filmes tem algo de legal para ensinar.

Recentemente assistir 3 filmes infantis – ta vai, eu assisti mais, mas os três mais novos foram:

  • O Pequeno Príncipe – 2015;
  • Divertida Mente – 2015;
  • Zootopia – 2016.

Todos são bem legais e se gosta desse estilo de filme vale a pena ver e se você é de chorar assistindo filmes, assim como eu, prepara o lencinho para assistir O Pequeno Príncipe. Enfim, como disse, o que eu quero falar aqui é sobre a lição que esses filmes ensinam e estão ensinando para as crianças.

Alguns dias atrás eu comecei a cantar uma música de um filme infantil aqui em casa e isso rendeu isso aqui: Eu vivo aprendendo com filmes infantis Foram vários áudio com músicas de filmes, a Disney tem disso né? Ama músicas em filmes. A Rebeca (minha irmã mais nova) não foi na faculdade e entrou na minha brincadeira, mandamos várias músicas para minha outra irmã que mora em outra cidade. E nisso eu percebi que a maioria das músicas também falam de coisas legais tipo:

“Não diga, nunca, nem diga jamais.
Não diga nunca.
Se você crê que de tudo eh capaz,
Isso eh o que vai acontecer!
Tenha coragem de enfrentar e o coração alegrar
Espere o melhor, seja o maior
E nunca diga, jamais!”

Essa música é de um filme que assisti muito anos atrás, mas assisti 1000 vezes, coisa de criança, o nome do filme é “Um conto Americano”. É bem bobinho, são ratinhos que saem da Europa e querem tentar uma vida nova nos Estados Unidos, mas o legal mesmo é a música, que ensinam as crianças desde pequenos a tentarem e não desistirem. Esse texto pode até parecer de Auto Ajuda, mas o que quero mostrar aqui é que temos muito a aprender com os filmes infantis.

Frozen – Uma Aventura Congelante

Eu vivo aprendendo com filmes infantis Esse filme é muito lindinho e fez o maior sucesso, eu fiquei muito admirada com o final do filme, já estava tão acostumada a ver finais felizes com a princesa casando com o príncipe, que achei realmente sensacional o final. Ele mostrou que o amor de irmã, amiga e da família é importante e maior que qualquer outro amor. Quem salva a Anna é a própria irmã e não o carinha, é legal ver que as coisas estão mudando e que Disney está mostrando que o amor de um “príncipe” não é o mais importante.

E não para ai, essa não é a única lição do filme, esses dias vi o seguinte comentário: “Meninas, aprendam isso com Elsa. Ela não deixou sua irmã Anna casar com o príncipe Hans, porque ela tinha acabado de o conhecer e já tinham ficado noivos. Treta na certa. E no final ele era um mal caráter.”. É a pura verdade, por isso fica ai, duas lições do filme Frozen para você levar para uma vida inteira e ensinar seus filhos. Ah! E isso também vale para os homens, viu.

O Pequeno Príncipe

Eu vivo aprendendo com filmes infantis Estou falando do filme mais novo que saiu em 2015, esse filme é muito lindo e chorei muito no final dele, ele conta a história de uma menininha que tinha o plano da vida todo traçado pela mãe. Ela tinha que fazer tudo o que a mãe planejou para a vida dela e não podia brincar ou fazer qualquer outra coisa que não estava na lista de afazeres. A lição de moral aqui é para os pais, muita gente quer ter filhos, mas quer tudo lindo, que o filho estude nas melhores escolas, que faça uma boa faculdade e que tenho o melhor dos empregos.

Mas o mais importante eles não pensam, essas crianças precisam de atenção, a menina do filme não tinha a atenção da mãe, fazia tudo o que a mãe mandava, mas não tinha uma vida. Os tempos mudaram e agora pai e mãe sai de casa para trabalhar, tem os sonhos e objetivos, querem possuir coisas, viajar, subir de cargo e, não estão errados. Mas a partir do momento que você decide ter um filho precisa colocar algumas prioridades, dar atenção e brincar com os filhos é importante.

Divertida Mente

Divertidamente_1Não é dos melhores filmes, mas achei a lição dele bem legal. O filme conta a história de Riley e de suas emoções: Alegria, Tristeza, Nojinho, Medo e Raiva. As emoções vivem na mente consciente de Riley e influenciam nas ações e nas memórias dela através de um painel de controle. Acontece que a Alegria tenta de todas as formas ficar no controle e quer que a menina fique feliz o tempo todo, ela sempre mantem a Tristeza afastada> O negócio começa a complicar e quanto mais ela mantém a Tristeza longe, mas as coisas pioram.

No final a Alegria percebe que a Tristeza também é importante, é importante ficar triste e chorar, só assim nós colocamos as emoções para fora e ficamos aliviados. Tenho certeza que você já se sentiu muito melhor depois de se entristecer e até chorar por causa de uma situação, isso até ajuda a pensar melhor e entender o que está acontecendo. A maior lição desse filme é essa, você pode ficar triste, pode chorar e precisa disso para ficar bem, ninguém é feliz o tempo todo, existem momentos e chorar faz muito bem, a tristeza tem um propósito 🙂

Zootopia

Eu vivo aprendendo com filmes infantis

Esse é o último filme de animação que vi, assisti em um dia a noite e fui dormir pensando mil coisas. É um filme legal, também não é dos melhores, mas de 0 a 5 daria a nota 4 para ele. Ele conta a história de Judy, uma coelha com o sonho de se tornar policial e da raposa Nick. O filme é divertido e fala sobre várias coisas, mas o que me chamou mais atenção é que na cidade os animais eram “estereotipados”, a coelhinha era super criticada por querer ser policial,  para eles, coelho tinha que trabalhar só na fazenda e não ser uma policial. Ela enfrenta muita dificuldade até provar que é capaz.

A raposa também sofria com isso, o animal é conhecido por ser astuto e trapaceiro e por isso não conseguia um trabalho digno e confiança, ninguém acreditava que ele seria capaz de ser um bom animal. Nós sofremos muitos esteriótipos, isso é mais comum do que pensamos e o pior de tudo isso é que a própria pessoa acha que ela não é capaz de fazer outra coisa que já foi acostumada.

O filme mostra que é importante acreditar nos sonhos e correr atrás deles, mesmo com todos contra você, ele mostra também como é importante o apoio de outras pessoas, a raposa só conseguiu se livrar do esteriótipo com a ajuda da coelha.

Falei demais o.O Mas acho que deixei um recado legal e importante, comece a prestar mais atenção nos filmes de animação infantis, é claro que não são todos que dão uma lição, mas muitos dão. Compartilhe com seus amigos, por mais que eles não gostem de filmes nesse estilo as dicas e lições valem muito e merecem ser compartilhadas 🙂

A seção Mais bla bla bla foi criada para falar de assuntos que não tem relação com 
decoração, mas que acho interessante compartilhar com vocês. Aqui vocês vão poder
conferir um pouco de tudo, algumas coisas que descobrir que é legal, dicas, 
textos e muitas outras coisas :)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *