Viagem

Vivendo em Bordeaux – O que fazer por lá

Olá meu povo, tudo bom?
Já falei com vocês que minha irmã está fazendo intercâmbio em Bordeaux (França) né? O blog esse ano vai ter algumas mudanças e vou começar com outros assuntos. Por isso pra começar com chave de ouro pedi para ela apresentar pra vocês essa bela cidade. Quer conhecer Bordeaux na visão de quem mora lá? Bora então…

Vivendo em Bordeaux

Por: Carla Torres 

Vivendo em Bordeaux
Place de Quinconces / Mirroir d’eau

É a maior cidade da região nova aquitania no Sudoeste do pais, e algumas vezes referida como sendo “pequena Paris”. Apesar de sua importância na história e sua arquitetura bem preservada, a cidade conserva a tranquilidade. Algo que não se encontra nas capitais turísticas da Europa. Sua arquitetura é fantástica, Bordeaux tem 350 edifícios listados ou registrados como monumentos históricos. Incluindo 3 edifícios religiosos do Patrimônio Mundial da UNESCO.

É o lugar perfeito para dar um passeio e ver os estilos arquitetônicos que abrangem vários séculos. Além disso, por se situar mais ao sul do continente, conta com o clima mais agradável no inverno. A cidade não tem recorrentes temperaturas negativas e normalmente não chega a nevar. No verão tem temperaturas equivalentes ao verão no hemisfério sul.

O que fazer em Bordeaux?

A cidade é famosa em todo o mundo pelas vinhas, sobretudo desde o século XVIII, que lhe proporcionaram uma verdadeira idade de ouro. Então existem vários programas relacionados ao vinho. A cité do vin é um passeio imperdível, um espaço de 13.350m² espalhados por 10 andares de 55 metros de altura, totalmente dedicado a cultura do vinho, com uma arquitetura moderna (ainda não fui, mas todo mundo fala haha).

Vivendo em Bordeaux
Degustação em castelo de produção do vinho

Uma boa ideia é visitar castelos que tem produção de vinho, existem vários próximos a cidade, abertos a visitação, onde você pode conhecer o processo de fabricação e fazer degustações. É só marcar um horário para conhecer e a maioria cobram valores simbólicos de 2 a 10 euros.

Vivendo em Bordeaux
Place Pey Berland

Dar um passeio no centro da cidade para conhecer a arquitetura também é imperdível (o famoso “se balader” em francês). Você tem que passar pela praça pey-berland, e a praça de la bourse, onde encontrara um lindo espelho d’agua. Lá sempre tem programações culturais durante o verão. Ainda no centro da cidade, o Grand Théâtre e o Cours du Chapeau Rouge são perfeitos para um passeio “arquitetônico”.

Na Praça Gambetta, você encontrara mansões, e residências imponentes e um portão monumental. Tudo demonstra como a cidade esta mergulhada na história (a cidade Bordéus foi fundada no século III a.C. e chegou mesmo a ser a capital francesa por alguns meses durante a Primeira Guerra Mundial).

Como a cidade é litorânea, as pontes também são passeios obrigatórios. Bem perto do centro a Ponte Chaban-Delmas, entre as pontes Pont de Pierre e Pont d’Aquitaine, é o monumento arquitetônico mais recente da cidade, como um exemplo de arquitetura moderna.

Vivendo em Bordeaux
Place de la Bourse / Porte Cailhau – Place du palais

Se quiser fazer compras, próximo ao Grand Theatre e ao Hotel de Ville, tem a famosa Rue Saint Catherine.  No local você encontra todas as lojas de luxo francesa e internacionais e lojas mais acessíveis também.

Transporte em Bordeaux

Se locomover na cidade é bem fácil e barato. A cidade é totalmente conectada por três linhas de trem, que ligam mesmo Bordeaux, as menores vilas em torno (onde você provavelmente ira encontrar uma estadia mais barata). Você tem a opção de comprar passes de várias viagens de uma vez e fazer alguma economia ou mesmo comprar cada bilhete por vez, o preço é de 1,6 euros. É possível utilizar por uma hora para qualquer linha de trem, ônibus ou mesmo balsa, por quantas conexões quiser fazer.

Vivendo em Bordeaux
Pont de Pierre

Apesar de toda sua grandeza histórica e arquitetônica, se não for sair para conhecer os castelos de vinho, você pode separar dois dias da sua viagem para conhece-la. A maior parte das construções estão realmente próximas e você não vai levar muito tempo para se locomover.

É isso ai, logo mais volto com mais dicas de outros lugares legais para você conhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *